segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Nhoque (gnocchi) de batata recheado com catupiry

Estava com essa receitinha aqui prontinha pra postar, e aproveitando que hoje é dia 29, dia de comer nhoque, aqui vai uma receitinha delícia de nhoque recheado, tipo aqueles que compramos em bandeijinhas no mercado, mas feito em casa, o que é muuuuuuuuuuito melhor, né não?
Mas... você sabe de onde vem essa tradição de comer nhoque nos dias 29? Aqui vai a historinha, segundo o Wikipedia
Conta a lenda que São Pantaleão, num certo dia 29 de dezembro, vestido de andarilho, perambulava por um vilarejo da Itália. Faminto, bateu a porta de uma casa e pediu comida. A família era grande e tinha pouca comida, mas apesar disso, eles não se importaram em dividir o seu nhoque com o andarilho, cabendo a cada um 7 massinhas. São Pantaleão comeu, agradeceu a acolhida e se foi. Quando foram recolher os pratos, descobriram que embaixo de cada um havia bastante dinheiro. Por isso, tradicionalmente, todo dia 29 é dia do nhoque da fortuna ou da sorte, acompanhado do famoso ritual de colocar dinheiro embaixo do prato, comer os primeiros sete pedacinhos em pé, fazer um pedido para cada um deles e depois, comer à vontade.
Como fazer a simpatia
A simpatia é simples: coloca-se uma nota de qualquer valor sob o prato com nhoque. Pode ser dólar, real ou qualquer moeda estrangeira. Em seguida fique de pé e concentre-se para iniciar o ritual. No prato, separe sete nhoques e coma um a um. Para cada nhoque, faça um pedido diferente. Depois, sente-se e saboreie o restante do prato, de preferência com um bom vinho italiano. O dinheiro colocado sob o prato deve ficar guardado até o próximo dia 29, para garantir a fartura. Outros dizem que deve ser dado a alguém que necessite ou usado quando for feita nova simpatia.

Eu sou louca, apaixonada por massas, então nem preciso dizer que me jogo numa receita como essa... então vem comigo e confira a receita e passo-a-passo!



Nhoque de batata recheado com catupiry


Ingredientes
  • 4 batatas grandes
  • 1 ovo
  • 2 colheres (sopa) de manteiga ou margarina
  • 1 pacotinho (50g) de parmesão ralado
  • 1 copo e 1/2  (tipo americano) de farinha de trigo, aproximadamente
  • sal à gosto
  • requeijão culinário ou catupiry (de bisnaga)
  • molho de tomate pronto (eu fiz o meu, mas isso é para um post futuro, pois preciso adaptar ainda... hehe)
  • queijo parmesão para acompanhar
Modo de preparo
Com antecedência, faça um pequeno corte na bisnaga de catupiry e faça pequenas gotinhas numa superfície com um plástico (pegue algo que caiba no seu congelador ou freezer, como uma assadeira, por exemplo.)
Eu cobri uma assadeira de pizza com um plástico, fiz as gotinhas e coloquei no freezer para congelar. Deixe por lá reservado.

Para a massa, cozinhe as batatas e amasse-as ainda quente. Espere esfriar e adicione o ovo, a manteiga, o sal, e vá colocando a farinha até atingir um ponto em que ela fique maleável com as mãos, mas ainda um pouco grudenta.

Eu usei um pouco menos de 1 copo e meio de farinha (daqueles americanos). Mas vai depender do tamanho e da quantidade de água que as batatas têm.

Espalhe farinha numa superfície e divida essa massa em 4. Faça rolos e corte os nhoques.

Retire parte das gotinhas de catupiry do congelador (para que não derretam) , e com cada nhoque faça uma bolinha, coloque uma gotinha dentro e enrole novamente, fazendo com que a bolinha fique bem fechadinha, para o catupiry não sair.

Vá colocando os nhoques em outra superfície com um plástico por cima, e depois de todos enrolados, coloque novamente no congelador para endurecerem. 

Depois de congeladas, você pode colocar em sacos plásticos e guardar normalmente no congelador. Assim elas não grudarão umas nas outras, nem ficarão amassadas. Essa receita rendeu 2 saquinhos, com 70 nhoques cada. Rende muito mais que aqueles nhoques de bandeijinha, fica dica!
Para servir, ferva água e adicione algumas bolinhas de nhoque. Conforme elas forem subindo à superfície, retire cuidadosamente com uma escumadeira e escorra. Coloque num prato e cubra com molho, ou num refratário com molho embaixo e por cima. Polvilhe bastante parmesão e sirva!
Esses nhoques levam pouca farinha, por isso são bem delicados. Acredito que compensam bem mais que os do supermercado, pois são menos enfarinhados, e rendem mais.
Experimentem que vão gostar!
Essa massa de nhoque pode ser feita sem recheio também!

Também temos outras receitas de nhoque aqui no Brisando! Confiram!
Nhoque de batata da Fifa
Nhocão de mandioca recheado com queijo

Curiosidade: e você sabe de onde surgiu essa tradição de comer nhoque no dia 29?

8 comentários:

  1. Oi Carla,
    Gosto sempre de fazer um nhoque dia 29, mas esse mês se não tivesse vindo aqui não teria me lembrado.
    Valeu!
    O seu nhoque está irresistível!
    Bj e ótima semana,
    Lylia

    ResponderExcluir
  2. Adorei a receita...
    Vou fazer com certeza

    =)

    abraços

    ResponderExcluir
  3. Carla, tenho duas dúvidas? O parmesão é só pra polvilhar no prato ou também vai na massa? E será que usando mandioca também dá pra rechear dessa forma?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Errante! Na receita usamos o parmesão tanto na massa (50g como descrito nos ingredientes), e + para acompanhar, à gosto, caso goste. E com a mandioca também dá pra rechear, mas talvez precise de menos farinha ao fazer a massa. Um abração! :)

      Excluir
  4. Carla, tenho duas dúvidas? O parmesão é só pra polvilhar no prato ou também vai na massa? E será que usando mandioca também dá pra rechear dessa forma?

    ResponderExcluir

Brise com a gente! Deixe seu comentário, opinião, dúvida! =)
Qualquer coisa deixe seu e-mail também para que possamos enviar uma resposta diretamente à você! :)

Compartilhe!

Você também poderá gostar de...

Related Posts with Thumbnails