sábado, 14 de julho de 2018

Dica para economizar tempo! Congele o arroz já refogado!





Disse no título que a dica é para economizar tempo, mas no meu caso é porque eu sou preguiçosa mesmo... hehehe
Confesso que tem dias que só de pensar em picar alho e cebola me dá uma certa preguicinha... E essa dica de hoje é justamente para ganhar tempo nesse sentido!
Sim, congele seu arroz apenas refogado! Melhor do que congelá-lo já cozido (dessa maneira ele acaba perdendo um pouco o sabor e textura). 
Minha mãe sempre usou esse truque em casa, e sempre achei tão normal que nunca pensei em compartilhar por aqui antes! 
À partir de agora, você terá arroz fresquinho cozido na hora com o mínimo de trabalho, e o melhor, pode congelar quantidade o bastante para a semana toda, ou para o mês, ou  o quanto couber no seu congelador ou freezer. 

Ingredientes e Modo de Preparo:
Os ingredientes são os mesmos que você costuma usar para fazer seu arroz do dia-a-dia, porém em quantidades maiores, vai depender do quanto vai querer fazer. Por exemplo, se você faz 1 copo de arroz por dia e quer deixar pronto para 1 semana, multiplique por 7 (7 copos de arroz).
Aqui eu uso:

  • Óleo 
  • Cebola
  • Alho
  • Arroz
  • Sal ou tempero pronto (caseiro ou industrializado) - Use com parcimônia, o sal tende a se potencializar depois que congela.
Para fazer, refogue seu arroz normalmente, como de costume. Ao invés de adicionar água para cozinhar, desligue o fogo e aguarde esfriar. Distribua em potinhos (escolha potinhos que equivalem a uma porção que você costuma fazer no dia-a-dia, uma ótima ideia é comprar potinhos reutilizáveis com tampa). Leve ao freezer ou congelador. Você pode usar também sacos zip para congelar (nesse caso escreva qual a quantidade colocou em cada saquinho, para facilitar na hora de medir a água no momento de cozinhar). 
Sobre o sal, você pode já deixar salgado ou não, é escolha sua. Mas lembre-se de não exagerar se quiser colocar. Caso não coloque, é só acertar no momento de cozinhar, após colocar a água.
Feche bem os potes ou saquinhos e leve ao congelador. Use quando quiser (não precisa retirar antes ou descongelar).


Para cozinhar o arroz: Coloque o arroz congelado direto na panela, e com o mesmo pote meça 2 vezes água (para 1 medida de arroz, sempre 2 de água) e também coloque na panela, acenda o fogo e cozinhe seu arroz normalmente. Se preciso, acerte o sal nesse momento. Para agilizar ainda mais, você pode também esquentar a água.

Observações:
  • Eu não tenho costume de lavar o arroz, mas caso você tenha, lave-o com antecedência e espere secar um pouco. E na hora de refogar, deixe no fogo até os grãos secarem bem.
  • Mais uma vez, cuidado com o sal e caso não coloque no refogado, lembre-se de acertar ao colocar para cozinhar. 
  • O arroz refogado dura por 3 meses no congelador ou freezer.
  • Não congele em potes muito grandes, sempre congele em porções menores, na quantidade que costuma fazer em casa. 
O arroz já prontinho, fresco e soltinho

segunda-feira, 28 de maio de 2018

Abóbora Cabotiá Recheada com Carne seca e Requeijão

Não faz muito tempo que aprendi a gostar de comer abóbora cabotiá (cabotiã, kabocha, etc), e hoje posso dizer que é um dos meus legumes favoritos. Seja refogadinho, seja sopa, um purê, nhoque, assada , quibebe ou essa clássica receita de abóbora recheada, ela volta e meia está aqui em casa, pois além de ser muito saborosa e fácil de ser preparada, é um vegetal bastante barato! Hoje vamos de classicão, uma cabotiá recheada com carne seca e catupiry, bem daquelas receitas comfort food de almoço de domingo na casa da mãe, um prato que pode até sair de moda, mas nunca deixa de ser gostoso!




Abóbora Cabotiá Recheada com Carne seca e Requeijão
Ingredientes

  • 1 abóbora cabotiá inteira 
  • 500g de carne seca já dessalgada e desfiada (veja esse post)
  • 1 cebola cortada em meia-lua
  • 1 talo de alho poró fatiado
  • 2 tomates picados
  • 3 dentes de alho
  • 1/2 pimenta dedo-de-moça sem semente picada
  • cheiro-verde à gosto
  • 1/2 caixinha de creme de leite
  • 200g de requeijão cremoso (tipo catupiry) = metade para o recheio e metade para a montagem
  • 100g de queijo muçarela 
  • sal, azeite e pimenta-do-reino à gosto


Modo de Preparo
Cozinhando a abóbora cabotiá:
Primeiramente, coloque a abóbora para cozinhar:
No forno (mais demorado):
Envolva a abóbora totalmente em papel alumínio (parte mais brilhante em contato com o alimento sempre) e leve ao forno médio por cerca de 1h30min. Vá espetando com um garfo até que esteja macia e que dê para cortar a tampa da abóbora. Retire a tampa e as sementes, e se a abóbora ainda não estiver bem macia, envolva novamente no papel alumínio e leve ao forno até que fique bem macia.
No microondas (mais rápido):
Cubra totalmente a abóbora com plástico filme e leve ao microondas por 3 minutos. Retire o plástico com muito cuidado e corte a tampa da abóbora. Assim, você conseguirá cortá-la com maior facilidade. Retire a tampa e as sementes, e feito isso, recoloque a tampa e cubra novamente com mais plástico filme e volte ao microondas por cerca de 15 minutos, agora para cozinhá-la bem. Reserve.

Dessalgando e cozinhando a carne seca rapidamente:
Abra a embalagem da carne seca (prefira a parte traseira, pois tem mais carne e menos gordura), e lave-a bem em água corrente, retirando o excesso de sal. Corte em cubos e leve à panela com água já fervente (até cobrir toda a carne), e ferva por 10 minutos. Troque a água e repita a operação mais duas vezes (total de 3 vezes), sempre trocando a água. Se ainda achar que a carne está muito salgada, repita a operação mais uma vez.
Depois da carne dessalgada, descarte a água usada novamente, troque por outra e cozinhe a carne na panela de pressão por 30 minutos. Sua carne estará dessalgada e bem cozida. Retire o excesso de gordura e desfie com um garfo ou no processador. Reserve.


Recheio:

Numa panela, aqueça o azeite e refogue o alho poró, a cebola e o alho (na ordem que preferir, ou todos juntos). Coloque também a pimenta dedo-de-moça picada.
Assim que derem uma murchada, adicione a carne seca já desfiada (processo acima) e mexa bem. Em seguida coloque os tomates, e mexa até que eles dêem uma leve murchada. 
Depois de refogar um pouco, coloque metade do requeijão (100g), o creme de leite, mexa bem e verifique o sal e pimenta. Se precisar de mais, acerte. Desligue o fogo, e por último coloque o cheiro-verde picado. Reserve.

Para a montagem, abra a abóbora já bem cozida (explicação do processo acima), polvilhe um pouco de sal, pimenta-do-reino e coloque um pouco de azeite também, e com uma colher mexa um pouco lá dentro, soltando um pouco do purê, mas com cuidado para não furar a casca. Coloque um pouco de requeijjão e fatias de muçarela. Adicione parte do recheio, e no meio coloque também + requeijão e muçarela, complete com o restante do recheio e termine com o restante da muçarela. Volte ao forno apenas para dar uma leve gratinada no queijo, retire com cuidado e sirva em seguida.

Bom apetite!

Ahh, e com o que sobrou da abóbora (inclusive as cascas!) fiz uma sopa que ficou deliciosa! Piquei tudo o que sobrou e fervi com caldo de legumes caseiro, depois bati com um mixer e acertei o tempero! Zero desperdício e muuuuuuito sabor!

Se  você fizer alguma de nossas receitas, nos marque nas redes sociais (@brisandonacozinha), e use a hashtag #briseinacozinha para que eu possa ver e compartilhar sua foto! 


sexta-feira, 4 de maio de 2018

Macarrão Primavera Cremoso


Esse macarrão delicioso e bonitão aí debaixo foi feito pelo namorado e não sei porquê cargas d'água não tinha postado até agora! (Ahh, já sei, é porque sou uma relapsa mesmo... kkkk). Ele fica super gostoso e cremoso! 
A receita ele viu no "Tasty" - BuzzFeed e reproduziu aqui em casa! Confiram o passo-a-passo!


(único registro que consegui dele)


Macarrão Primavera Cremoso
(by Tasty)

Ingredientes
 Molho
  • 3 colheres (sopa) de manteiga
  • 2 xícaras (chá) de creme de leite
  • 1 xícara (chá) requeijão cremoso
  • 1 + ½ xícara (chá)  de parmesão ralado 
  • 1 colher (chá) de sal
  • 1 colher (chá) de pimenta do reino moída
  • 3 dentes de alho picados
Macarrão:
  • 4 xícaras (chá) de macarrão cozido
  • 1 + ½ xícara (chá) de presunto em cubos
  • 1 xícara (chá) de ervilha
  • 1 xícara (chá) de tomate cereja
  • 1 xícara (chá) de muçarela ralada
  • 2/3 xícara (chá) de bacon
  • 1 xícara (chá) de parmesão ralado

Modo de preparo:

 Em uma panela, coloque a manteiga e deixe derreter. Em seguida coloque o creme de leite, o requeijão cremoso e o parmesão ralado, e misture tudo até derreter.

Adicione o alho, o sal e a pimenta, misture bem e retire do fogo.
Preaqueça o forno a 180˚C.
Em uma travessa, coloque parte do molho, o macarrão, o presunto, as ervilhas e o tomate cereja.
Cubra com o restante de molho, adicione a muçarela ralada, metade do bacon, o parmesão e a outra parte do bacon.

Leve ao forno por 20 minutos ou até o parmesão gratinar e sirva!


Bom apetite!


quinta-feira, 22 de março de 2018

Como descascar abóbora cabotiá sem sofrimento?

Como já citei várias e várias vezes aqui no blog, com o tempo perdi o preconceito com vários tipos de alimentos, e passei a comer uma infinidade de coisas que antes sequer experimentava. Mas, com essa mudança de hábitos, também veio o novo universo de como preparar os alimentos, algumas dúvidas, e também dificuldades para lidar com essas novidades. 
Uma das dificuldades por exemplo sempre foi descascar a bendita da abóbora cabotiá! Sim, uma coisa boba, mas que vivia me incomodando, pois a danada é muito dura! Em muitas das preparações eu preparo com a casca mesmo, pois ela também pode ser tranquilamente consumida! Mas em algumas outras prefiro ela descascada, e por isso venho aqui hoje passar essa dica para vocês! 
Como descascar abóbora cabotiá sem dificuldade?
Confira o vídeo, tente em casa e depois me conte o que achou!

E não esqueça de se inscrever no nosso canal, ajuda "nois" :)



E lembrando que a casca você pode aproveitar,  coloque todas as casquinhas em uma assadeira, regue com azeite e tempere como preferir (sal, pimenta, páprica, lemon pepper, etc). Misture tudo muito bem e leve ao forno até ficar sequinha e levemente crocante! Um ótimo snack :)

E bom apetite!

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Shimeji na manteiga com shoyu e lemon pepper

Há um tempinho atrás ganhei uma bandejinha de shimeji de uma produtora daqui da região, e depois que provei essa receita fiquei me perguntando: "Por quê nunca fiz isso antes?" Uma receita tão simples e gostosa, que tive que me segurar pra não comer tudo de uma só vez. É uma maneira bem clássica de se preparar o shimeji, e é bem comum de se encontrar nos restaurantes orientais por aí. Mas fica a dica, faça em casa! Uma delícia!



Shimeji na manteiga com shoyu e lemon pepper

Ingredientes
  • 200g de shimeji
  • 1 colher (sopa) de manteiga (não margarina!)
  • 1 colher (sopa) de azeite
  • 3 colheres (sopa) de shoyu
  • 1 pitada de lemon pepper (tempero à base de raspas de limão e pimenta-do-reino)
  • cebolinha picada

Modo de Preparo
 Corte os talos do shimeji já devidamente higienizado, de modo que eles fiquem soltos.
Esquente bem a frigideira e coloque a manteiga para derreter com um fiozinho de azeite. Acrescente o shimeji e mexa por aproximadamente 3 minutos. Essa etapa é bem rápida mesmo.


Salpique um pouco de lemon pepper. Acrescente o shoyu e mexa rapidamente. Em seguida, adicione a cebolinha, abafe e desligue o fogo. Sirva em seguida.

Bom apetite!

Siga-nos nas redes sociais!

Instagram @brisandonacozinha

terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Vídeo novo: Pão com requeijão na chapa! Aprenda o passo-a-passo!


Toda vez que mostro esse pãozinho na chapa com requeijão nos Stories ou na Timeline do Instagram o pessoal vai à loucura e pede a receita novamente. Então tentei gravar um vídeo mostrando o passo a passo de como eu faço essa delícia viciante. Confiram!


Você vai precisar de:

  • uma boa frigideira! Antiaderente, de preferência, para que o requeijão forme a casquinha e se solte facilmente.
  • requeijão de qualidade! Pode usar o de bisnaga, pode usar o de copinho, mas tem que ser um bom requeijão, de preferência um consistente e NÃO aqueles com amido! Fique sempre de olho nos rótulos! Eu usei no vídeo o da marca Scala (#paganóis).
  • Pão francês
  • Manteiga, caso queira dar uma untada na frigideira. Mas é opcional.
Modo de preparo - Assista ao vídeo! :)

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Pão de Batata Recheado, delicioso e fofinho como deve ser! (World Bread Day 2017)


Há tempos estou devendo essa receita de pãezinhos de batata recheados, e encontrei a ocasião mais que perfeita para postar, e não poderia passar de hoje! O motivo? Mais um ano que estamos participando do World Bread Day, uma iniciativa da Zorra do blog Kochtopf, que há mais de 10 anos realiza esse evento de âmbito mundial na blogosfera, sempre no dia 16 de outubro. Já participei 3 vezes desse "evento" (confira os links abaixo) e cá estou mais uma vez!


Dessa vez ensinarei um pãozinho de batata delicioso e que super agrada a todos, eu demorei pra encontrar uma receita que realmente me conquistasse! Foi no Instagram da @cozinhanervosa que eu encontrei essa delícia de pão super macio, preparo fácil e muitas possibilidades de recheio!




Pãezinhos de batata recheados
Rende cerca de 20 a 25 pãezinhos (40g cada)

Ingredientes
  • 220g de batata cozida e amassada
  • 1/2 xícara (chá) de leite (120ml)
  • 10g (ou 1 colher de sopa) de fermento biológico em pó (se for usar o fresco, são 30g)
  • 2 colheres (sopa) de açúcar
  • 1/2 colher (sopa) de sal
  • 1 colher (sopa) de manteiga derretida
  • 1 ovo
  • 1/4 de xícara (chá) de óleo (60ml)
  • 450g de farinha (cerca de 3 xícaras e 1/3)
  • + farinha para polvilhar a bancada

Sugestões de recheio:
  • Catupiry
  • Presunto e queijo
  • Atum com requeijão
  • Salame 
  • Frango desfiado
Fizemos com presunto, queijo, catupiry, cebola e orégano. Tudo à olho, processei o presunto , queijo e cebola até ficarem picadinhos e depois misturei um pouco de catupiry até dar liga e temperei com um pouquinho de orégano. Para facilitar o processo, fiz bolinhas com o recheio (mesma quantidade das bolinhas de massa).
.
Modo de Preparo
Descasque as batatas, cozinhe até que estejam macias. Cozinhei no microondas por 5 minutos, dentro do saquinho para alimentos. Para fazer assim como eu, descasque e fure bem as batatas com um garfo e coloque dentro do saquinho. Dê um nó nele e faça também alguns furos para que haja saída de ar. Ao espetar um garfo, ele deve sair com facilidade. Caso isso aconteça, suas batatas já estão cozidinhas! Se não, coloque por mais alguns minutinhos até que saia com facilidade.
 Numa tigela, coloque o fermento, junte uma colher (sopa) do açúcar, o leite morno, misture bem e deixe descansar até espumar e dobrar de volume (em torno de 15 minutos). 
Numa outra tigela, junte a farinha de trigo, o sal, o restante do açúcar, misture bem, abra um furo no meio da farinha e reserve. Após o período de descanso do fermento, junte os demais ingredientes na tigela da farinha: o óleo, a manteiga, o ovo, o fermento, as batatas esmagadas e com a ponta dos dedos comece a incorporar todos os ingredientes até obter uma massa homogênea. Sove a massa por alguns minutos. Faça uma bola com a massa cubra com plástico filme e deixe descansar por 1 hora ou até que a massa cresça o suficiente.


***Se você tiver uma batedeira planetária ou uma máquina de fazer pão, deixe que ela trabalhe por você durante a sova. Eu usei a máquina de pão, no modo "Amassar" e deixei lá até terminar todo o ciclo (que é sovar e descansar a massa). 


Após o tempo de descanso da massa, pegue um pedaço da massa e trabalhe um pouco, faça uma bolinha e disponha numa assadeira untada e enfarinhada. Caso queira rechear os pãezinhos, é nesse momento que deve fazê-lo. Abra a massa na palma da mão e recheie com o que preferir (sugestões acima). Repita o procedimento com o restante da massa. Aqui renderam cerca de 20 pãezinhos (40g cada). 
Quando todos os pães estiverem dispostos na assadeira, deixe descansarem por 30 minutos. Pré aqueça o forno a 180° C. 

Antes de assar, pincele o ovo batido em toda a superfície da massa e leve ao forno por, aproximadamente, 25 minutos ou até que estejam completamente douradinhos. Sirva em seguida!


#FicaDica: Se você quiser, pode congelar os pãezinhos depois de frios! Coloque em uma assadeira todos separadinhos, coloque no freezer ou congelador. Depois de bem congelados, transfira-os para um saquinho e feche bem e mantenha por até 3 meses no freezer. Para descongelar é só retirar com antecedência e descongelar, e dar uma leve esquentada no microondas ou forno. Fica como feito na hora!


Bom apetite!







Confira aqui outras postagens de pães do WBD 2017!

World Bread Day, October 16, 2017


#wbd2017 #worldbreadday #worldbreadday2017 #worldbreaddaybrasil

Compartilhe!

Você também poderá gostar de...

Related Posts with Thumbnails